Arquivo da categoria: azul

Ando pensando nisso…

Standard

Por que nos ultimos anos tudo anda muito branco, beginho ou cinza na minha vida. A falta de tempo, nao me deixa correr atras de mudanças.

E uma coisa não me sai da cabeça:

o azul em sofás.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O sofá da sala de estar ja tem mais de 4 anos, o cinzinha.

Ele ainda esta perfeito…afinal, só as gatas sentam lá mesmo… nós preferimos o sofá da sala de tv ou o da varanda.

Como as meninas ( como chamamos as gatas Babi e Miucha) deitam lá, é normal que algum desfiadinho apareça, mas nem precisaria trocar se eu não estivesse tão encafifada com a falta de cor.

Sei que se eu optar por um sofá bege ou uma outra cor neutra, nem preciso falar nada pro marido.

É so mandar forrar que ele é capaz de passar pela sala sem os sofás e nem notar…e depois tambem não notar que troquei a cor.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Mas e quem diz que eu quero bege? Ou marrom? ou outro cinza?

É que eu ando com o tal azul na cabeça…e o problema é a tonalidade de azul.

Andei pesquisando por “suede azul”, e os tons que apareceram são bem do tipo ” na foto é uma coisa e ao vivo é outra”.

Então ainda tenho medo de sair a procura da cor…ainda mais aqui, acho que não vou ter sucesso.

As tonalidades são muitas então nao sei se opto por um turquesa puro…ou

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

um azul esverdeado.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

E nem o tecido esta definido ainda pois o de agora é um chenille cinza prata, contra indicado pra quem tem gatos, pois os fios se puxam facilmente

Elas afiaram as garras nos braços dos sofás, e eu até ja pensei em trocar só os braços, mas podem ficar tranquilos que eu nunca faria isto:

sof_e_croche

É o cumulo não é???

Mas tem quem ache “uma gracinhaaaaaaaaa…”

Enfim, gosto não se discute, se lamenta!

Voltando ao tipo de tecido mas acho que o indicado seria um suede, ja que pelo menos na sala de TV as meninas não conseguiram deixar suas marcas.

O aquablock tambem vem sendo reconhecido como “tecido anti gatos”, ja que os felinos não conseguem enfiar suas delicadas garras ali.

De qualquer forma, se eu troqcar o tecido a cor, whatever!, desta vez terei que ir até o fim, comprando tapete, mudando o revestimento das poltronas, pois o meu medo é trocar o sofá e não terminar a decoraçao.

Afinal, as paredes ainda estão PE-LA-DAS.

azuis

Standard

adoro azul.

o azul puro, azul esverdeado,  azul acinzentado.

é jogar o azul em qualquer ambiente e a gente tem aquela sensação de paz e quietude.

o azul tambem pode ser frio se usado sozinho ( vi uma clinica assim, dava arrepios).

por isso eu gosto tanto de ve-lo misturado a outros tons…às vezes só aparecendo de leve, ou as vezes tomando conta da situação.

fui procurar nos meus guardados e achei umas fotos pra ilustrar o meu carinho pelo azul.

na foto abaixo, este foto me deixou um quê de Helka Veloso no ar. ela é a talentosa dona do blog Forma Plural, lembram?

pois a casa dela tem tudo isso aí: portas e janelas azuis, o banco na frente, as flores…

só que a parede dela é tingida num co-ra-jo-so  vermelho, ousadia pra poucos, mas normal pra Helka.

abaixo uma sala calma mas que ficaria bem melhor com umas almofadas em laranja ( ou abóbora segundo minha amiga Sil), ou ainda chumbo, pink, a-ma-re-la!

atenção na mesa de centro acompanhando os pés do sofá e poltronas, preciosidade!

esta poltrona abaixo pra mim é azul tambem, mas outros podem ver um verde aí.

( é como a bolsa da milena que eu digo: que azul lindo e ela responde:  é veeerde)

o azul numa fachada de casa, como a Camila Schmidt do blog Cá e a Casa fez, tambem é bacana.

ainda mais sefor uma casinha romantica com cerca branquinha e muitas flores.

na sala abaixo, vários tons de azul adoçados pelo rosa, bege e laranja (poltranas egg…hummmm).

o lilás deu uma aparecida aproveitando o azul hortensia.

e esta sala não podia ser mais bonita com este sofá tom de fumaça ( eu chamo cinza-gato-persa), e laranja + turquesa.

peças que chamam atenção de cara: o desenho das poltronas, que mistura madeira com palhinha, a mesa de centro (perfeita !) e o buffet lá atras; reparem nos pés, na porta escamoteavel que vira tampo e o fundo espelhado.

esverdeei de inveja! ( ou azulei, sei lá)

e tem o azul acinzentado que a Jussara dona do blog O Movel ( um dos melhores blogs de decoração que conheço)chama de duck head.

e pra quem acha que não existe mais azuis alem so marinho, turquesa e piscina ( clica que fica grande)

ambientes azuis

Standard

laila, foi voce quem me mandou estas fotos?

tia Lilly anda misturando as bolas, mas tenho quase certeza que foi a laila.

ela sabe que eu adoro azul turquesa…

uma cozinha azul…

azul e vermelho…nao é lindo? amo estas banquetas e o mr husband nao…isso ainda vai dar briga.

uma cozinha antiguinha e verde

enfeites na prateleira de vidro acima da janela

como eu disse lá no outro blog, na blogosfera a gente acha amigos, conhecimento, ajuda…

editado: uma coisa muito pertinente a respeito de cozinhas é observar a altura das bancadas e pias.

atenção para que depois elas não fiquem nem muito altas nem baixas demais.

então voce amigo que tem mais de 1,80 ou sua namo-noiva-esposa que vai inspecionar a obra de “tacones lejanos“, e chega em frente da bancada e acha a altura ótima, depois quando estiver sem os saltos corre o risco depois de ficar com a pia na altura do peito OK?

porque na cozinha usamos salto baixo ou chinelinho

aqui em casa as bancadas tem 0,92 cm o que é muito confortável para lavar louças, mas quando se encaixa o fogão, ele fica a 0,95 do chão.

hummmmm, sentiram o drama? do alto dos meus  1,65 e meio eu noto que cometi uma p e q u e n a b  u r r a d a.

pois na correria sinto uma di fi cul da de em manusear as panelas !!!

( um pouco da dificuldade vem da minha falta de” conexão ” com  arte da culinária tambem).

 as vezes parece que tenho que dar uma erguidinha, tipo bailarina sacam? pra dar uma olhadinha no fundo da panela.

na verdade o pior mesmo é a pia muito baixa.

anyway, o que está feito não tem mais jeito, então ou me adapto…

ou terei que usar salto alto na cozinha pelo resto da vida.

tudo bem, se eu conseguir imitar o glamour da Dita Van Teese.

cozinha retrô

Standard

chamar de cozinha é diminuir este lugar.

eu chamaria de espaço de convivencia.

porque parece aquele lugar onde a pessoa assa um bolo enquanto toma café com a vizinha  e olha a lição das crianças.

atenção para a coleção de telefones em tons pasteis na prateleira em cima da porta balcão:

um detalhe da prateleira de canecas: são bules e canecas estilizados, moldados em ferroverde água ou azul turquesa…alguem pensaria numa cozinha desta cor?

comparada a esta c o z i n h a , a minha cozinha P & B é “bo-rinnnng”.

voltando aqui à dura realidade da Lilly: eu nem posso ter uma cozinha tão cheia de detalhes , coisinhas, e cacarecos. tenho que optar pelo pratico, mesmo porque a gordura e o pó me irritam

me digam que hora que eu vou limpar tudo isso?

no meu caso, a opção é esconder tudo dentro de armários.