Arquivo da categoria: antes e depois – eu ♥

Como nasce um jardim – parte II

Standard

O post anterior ficou grande demais, então decidi dividir em dois (ou mais, nunca se sabe quando vai acabar esta obra, pois ja estamos em maio).

Este projeto é de jardim de uma fazenda e depois de 5 meses ele já esta bem florido.

Foram usadas plantas adultas  e mudas grandes ja pegas.

Lembram do canteiro?  Ele ganhou uma grade antiga, pelo jeito as trepadeiras vão subir nela.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Jabuticabeiras…e o piso de tijolos… tão romantico isso nao é?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

As arvores existentes no entorno da casa ganharam bancos de alvenaria.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A jardineira de tijolinhos: aqui a grama ja pegou e esta verdinha…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Adorei a parede lateral com chifres de veado…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Mais do pateo…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A mesa de madeira com um detalhe lindo em ferro…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Olhem a pergola como ficou linda…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O caminho para o redario…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O redário.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Chão de tijolos e moveis brancos: combinação perfeita.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A varanda, fresca.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Este conjunto de mesa e cadeiras recebeu pintura nova.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

 

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

por enquanto é so…

este projeto do Adriano Lourenço como eu ja disse nao tem previsão para acabar.

O passo a passo de um jardim

Standard

Eu vou fazer uma matéria diferente aqui no blog: um post sobre um jardim que esta sendo feito em uma fazenda aqui perto de Araçatuba.

A idéia é todo dia acrescentar uma foto mostrando o passo a passo, até que ele fique pronto.

Eu poderia fazer vários posts, mas resolvi reunir tudo em um só.

Então, vou torcer pra dar certo.

Trata-se do trabalho do paisagista Adriano Lourenço, uma pessoa que admiro muito.

Adriano faz jardins maravilhosos e muitos foram publicados em várias revistas, como a Revista Natureza e tambem publicaçoes de Araçatuba e região.

Este jardim fou publicado nas revistas Natureza e Dhecore.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

É muito interessante como os tijolos foram assentados no chão e parede, dando um ar de rusticidade.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Nas paredes foram usadas grades iguais as que eu coloquei no meu quintal, lembram?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A diferença é que as trepadeiras subindo pelas grades so as destacaram mais.

Mas aqui em casa eu coloquei primaveras, e as grades ficaram totalmente escondidas…

Olhem o detalhe desta parede: textura rustica branca mais tijolinhos e nos vasos, MORANGOS!

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Eu adoro paredes cobertas de verde, pérgolas, esta mistura de pisos, pedriscos…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Aqui a jabuticabeira recebeu o destaque com o  banco na volta toda e mosaico portugues.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Sigo cada trabalho do Adriano seja pelas publicaçoes nas revistas ou pelo facebook e fico apaixonada com o antes e o depois de cada ambiente.

Noto  que ele tem uma “queda” por orquideas e rosas do deserto, tambem as preferidas do mr Husband.

Quando apareceu a chance de fazer o curso de jardinagem, contei pra ele, que me incentivou muito.

Logo me imaginei criando jardins lindos…mas, quanta inocencia hein????

Foi a partir do curso que vi o esforço e o conhecimento necessários para se construir um jardim do nada!

Hoje aceito tranquilamente que com o que aprendi, pelo menos nao mato minhas plantas, e resolvi deixar o trabalho sério para profissionais de verdade.

E para terminar o post, mais um canto lindo:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

visto de dois angulos diferentes: Não é maravilhoso?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

 

Quarto: antes e depois

Standard

Quartos são para dormir, eu penso assim! Pois gosto de ocupar o resto da casa.

Ver TV na sala, usar meu note no escritório, ler na varanda ou no quintal, etc…

Ja gente como o Mr. Husband gosta de fazer tudo no quarto: ler, ver TV, cochilar entre um programa péssimo ( Sobrevivi, Atolados no Pantano, Pesca Mortal, etc…) e outro.

Ahhhh, menos comer, que eu não acho legal, desde que os meninos comeram cheetos no meu quarto e ficou aquele cheiro horrivel por horas.

OK, vale um um inofensivo chocolatinho, aí pode).

Não gosto de quarto atulhados, mas gosto deles aconchegantes e esta semana vi um antes e depois bem bacaninha no site da Emily Henderson.

Pra quem é espartano este quarto já esta pra lá de bom não é? Uma boa cama, com colchas macias e uma mesa de cabeceira.

quarto antes

Depois da intervenção da Emily a cama ganhou uma cabeceira acolchoada e mini comodas iguais…

quarto depois

Quadros… e eu não gosto do cesto para roupas alí, ok?

quarto depois 2

Uma linda comoda com espelhos e um jarro com flores frescas…

quarto depois 3

O piso tambem é lindo, de madeira, o que dá aconchego ao lugar.

Eu adorei, e voces?

Mala vintage

Standard

Depois que eu comprei a tal mesinha de cincão, volta e meia bate aqueloa vontade de passar lá na ACREPOM e ver se tem alguma coisa pra garimpar.

Mas nunca dá certo, pois ou eu não tenho tempo, ou naquele dia que eu posso tá meio fora de mão, ou quando tenho tempo é num horario de almoço deles.

Mas um dia eu estava com tempo e vontade e fui lá ( no mesmo dia que comprei a mesinha do quarto de hospedes). Estava no horario de almoço deles, mas sou insistente e pedi pra entrar. Fuia avisada pra tomar cuidado com os ratos, mas encarei como gozação e fui fundo

Desta vez não tinha coisas legais, da ultima tinha ate um manequim de ferro! 

Revirei tudo e ja estava desistindo quando achei uma mala vintage, da IKA, de uns 40 anos atras. Ele não queria vender , mas acabou saindo por R$ 12.

Cheguei em casa com a malinha, e não sabvia o que fazer com ela. Primeiro limpei bem, pois nunca se sabe o que já passou por ali.

Aí comecei a forrar de contact, pensei num patchwork em tons pasteis, cortei os quadradinhos e ja tinha forrado meia mala quando vi que nao era aquilo…

Aí fui na Predileta Decorações e comprei um pouco de tecido daqueles acquablock e comecei.

MAS APANHEI HEIN PIPOL???? mas eu estava com paciência, coisa rara em mim, e um sabado de folga e fui  em frente.

Então agora voces tem O ANTES:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

(fechada tá ate bonitinha)

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

( o cheiro era bem suspeito)

E O DEPOIS

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Com papelão eu fiz o fundo e a parte de cima e forrei tambem. O de cima eu colei, o de baixo deixei solto.

Ainda não coloquei  a dobradiça e o pior: NÃO SEI O QUE FAZER COM ELA!!!!

é o lado ruim do artesanato: se voce não tá naquela vibe não encontra uso para o que fez…e eu sou meio minimalista ne? ( só meio…)

bem, me mandaram fotos lindas de como usar a mala depois, desde cama de gatinho até como porta livros.

Mas lembram-se desta foto aqui? Ela esta num post sobre varandas, procurem…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A mala ta lá. Bonita, não tão perfeita quanto eu gostaria ou como as malas que a Ana Paula Louvem faz.

Ainda vou pensar num uso pra ela.

Aceito sugestões.

mesa de mosaico, a primeira

Standard

Voces lembram daquela mesinha de R$ 5 que comprei, reformei e tals né?

mesa acrepom antes

Acima como ela veio do lixão, eu reforcei toda a estrutura com barbante já que nao tinha a fibra ( a de cima é natural), pintei, encomendei um tampo de taboa e ficou assim:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

(ela ja foi branca, ja foi marrom café, ja foi bege bratemp e por fim dei uma patina com um verniz a base de agua caramelo)

Pois é, mesmo com o tampo improvisado de taboa, os copos caíam então a solução era um tampo de vidro ou madeira.

Optei pelo de madeira e pensei em fazer um mosaico. Só que eu nunca tinha feito mosaico e nem sabia por onde começar!

Passei pelo blog da Verônica Kraemer e me inspirei.

Logo de cara vi que não teria o material para cortar os ladrilhos; percebi que o jeito era trabalhar com as pastilhinhas inteiras.

Comprei as pastilhas  em tons de marrom, pois ai ficaria bem no tom dos moveis externos, chamei a Verô no inbox do FB e pedi uma aula express, e ela me explicou direitinho.

É o que eu sempre digo: “quem faz, ensina e não tem medo de concorrencia” ( se bem que eu NUNCA seria concorrente dela ne??? meu nivel é tosquinho), e quem finge que faz, não ensina porque não sabe! Simples assim.

Então eu nem  sabia que tipo e tamanho de tampo, que espessura de madeira!

Mas ai falei com o meu marceneiro (Paulo Lourenço da Oriente Moveis, tem pagina no Facebook) e ele me mandou um tampo de 50 cm com 1,5 cm de espessura.

Não me cobrou nada, ele disse que são 20 anos fazendo moveis com ele ( desde 94, este ano faremos 4 quinquenios e sexta parte de amizade!).

E  e eu toda felizinha comecei.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Comecei colando mas ao final da primeira fileira vi que tinha deixado junto demais, e que o rejunte não pegaria ali…retirei duas pastilhas, reposicionei tudo e continuei.

E o resultado, visto de cima:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Aqui a mesa vista de lado, dá para voces perceberem o “acabamento” em barbante, rsrsrsr…sério, esta mesinha nunca estará terminada, pois acho que ainda vai barbante ai…e depois eu pinto por cima, sem problema…

O fotografo ( filho 2) tambem não alinhou o tampo antes de fotografar, mas dá para terem uma boa ideia não é?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Quando postei no facebook recebi muitos elogios e teve ate um amigo que me deu as pastilhas que ele tinha em casa!

Agora acho que não posso parar né? posso fazer coisas pequenas, tipo bandejas e caixinhas…Não prtendo comercializar, só para mim  ou para presente, sei lá!

Sinceramente? Acho que todo mundo deveria tentar! É MUITO BACANA!

Ainda que não fique perfeito, tem aquela coisa do EU FIZ! e que não tem mastercard que pague!

Esta casa tem um nome : Altiva

Standard

Acho muito interessante quando uma pessoa dá um nome a sua casa.

O nome deve traduzir o que aquela casa significa para a familia.

O que vamos mostrar aqui hoje é uma casa que tem um nome bem sugestivo dada a posição que ela ocupa em relação as outras do quarteirão: Altiva.

A Altiva se destaca por ser um sobrado, e ficar na parte mais alta do terreno, mas pra falar dela preciso primeiro contar algumas coisas a respeito dos seus donos, Odete e Saulo.

Conheci a Odete em 2009 lá no outro blog, o Coisa de Lilly, por conta de um comentário feito num post.

Respondi por e-mail, ela retornou e dai começou um bate papo gostoso e uma amizade de irmã.

Trocamos idéias e receitas, incorporei conhecimentos como o “perupatolinha” que fiquei espantada pois nunca tinha visto este prato ( um peru desossado, recheado com um pato desossado, com uma galinha desossada dentro, já imaginaram?) e que ela faz tão bem; e conheci um pouco dos costumes do sul, já que eles moram em Santa Catarina.

Quando Odete e Saulo compraram o sobrado, eles apenas deram um toque pessoal, uma pinturinha, limpeza e se mudaram.

Ela é um dinamo, não pára quieta um minuto  e desenvolveu varios projetinhos como o de desmontar todo o armario de aparencia  datada e fazer prateleiras ( já mostrada aqui), ou como esta mesa feita a partir de uma caixa de faqueiro, ou charmosos  banquinhos em madeira, ou ainda bordando lindos ( e imensos) tapetes.

E eles ainda são do tipo que catam cadeiras do lixo do vizinho, pintam e tranformam num ponto de atraçao na casa. Que colam tecidos em moveis e dão uma cara nova em tudo.

Foi só entrar setembro e  tanto Odete quanto Saulo se cansaram de projetinhos de final de semana e mandaram ver numa reforma que repaginou a cozinha e churrasqueira, trocou todas as janelas, redimensionou o vestíbulo e o banheiro da suíte, refez todas as calçadas, e pintou toda a casa tanto por fora como por dentro.

A reforma é grande e quando comecei este post já percebi que não caberia em um só.

Entao vou começar aqui com o antes e depois da cozinha e churrasqueira, que é de longe o local preferido do casal.

Era uma cozinha comum, e a foto mostra exatamente como estava desde que a compraram.

cozinha antes

Eles não queriam nada muito high tec, a intenção era dar um ar de aconchego, misturar o novo com o antigo e tambem  reaproveitar o que pudesse.

Na Altiva a cozinha é o coração da casa. A parede que  separava a cozinha da sala já nem existe mais , pois é ali que o pessoal se reune enquanto a Odete prepara os complicados pratos alemães que serve pra turma.

Então nesta primeira foto já vemos que o espaço foi bem aproveitado com um balcão em L em granito branco Dallas. O revestimento antigo e branquinho foi tirado  e a parede recebeu massa e pintura.

Uma placa de eucatex perfurado branco ( ou pegboard) mantem colheres, fouets, e outros utensilios bem a mão.

Na parede da janela uma ceramica (cedasa) com estampa de ladrilho hidraulico, linda, eu adorei.

cozinha depois 1

O paneleiro de ferro mudou de parede. Agora ele fica perto do carrinho de temperos.

Parece muito tempero não é? Mas ela usa todos, e muito bem!

cozinha depois 3

O piso era ceramica na cozinha e na sala ao lado, de pedra. Tudo foi recoberto com piso vinilico Ecovinil da HG ( segundo a Odete é muito confortavel e dá pra andar descalça agora)

Lembram do armario datado que teve as portas arrancadas e virou prateleira?

Saulo insistiu que ele tivesse o fundo pintado em vermelho o que acrescentou calor e cor ao ambiente.

Eu adoro prateleiras, mas elas só dão certo em casa de gente muito organizada como é o caso da Odete…se voce adora uma baguncinha, esqueça.

cozinha depois 2

Nas fotos abaixo dá pra ver como a sala de Tv e cozinha são integradas.

cozinha sala 1

Nas paredes foi usada a tinta Suvinil Cinza Crômio…é um cinza suave, quase prata.

cozinha sala 2

Este sofá (era beginho) tambem recebeu uma forraçao nova em linhão cinza e combinou super bem com  poltrona e o puffe e os novos tons da parede.

E esta foi a cozinha ( tenho mais fotos, ficou dificil escolher, todas estavam otimas!)

Lá fora tinha uma velha churrasqueira; ela  foi demolida, mas seus tijolos refratarios foram aproveitados no interior da outra.

churrasqueira antes

A nova churrasqueira  foi uma solução que o casal encontrou por não curtir churrasco de espeto e sim os grelhados.

Então, com inspiração nas chamadas churrasqueiras de tambor, criaram esse modelo de tijolos, com tampa de metal forjado, podendo assim, ter uma altura maior (90cm), mais adequada à altura do churrasqueiro.

A pia foi reaproveitada da cozinha. O piso da área da churrasqueira, bem como de toda a área externa é um antiderrapante PEI 5 da Cerâmica Viva.

churrasqueira depois

No frontão da pia ela usou ladrilhos hidraulicos em tons de azul.

Um detalhe dos ladrilhos hidraulicos:

detalhe do ladrilho

Que linda ficou esta paginação!!!

A reforma toda durou 3 meses e nela foram usadas soluções que visavam tornar a casa a cara dos moradores.

o que fazer com uma grade redonda?

Standard

A minha amiga Claudia reformou a casa e jogou umas coisas fora.

E eu fui lá catar na lixeira dela.

Imaginem que ela estava se desfazendo de uma grade de ferro, redonda, daquelas que se colocavam antigamente em frente de janelinhas redondinhas.

Uma coisa bem anos 70.

E toda cheia de coraçõezinhos, bem trabalhada, com 80 cm de diametro.

Ía pro lixo? dá cá que eu reaproveito.

Sai da casa dela toda feliz abraçada com a grade, não andei nem 30 metros e larguei lá no serralheiro da esquina.

Pedi pra colocar perninhas pois a intenção é fazer uma mesinha de canto .

Olhem a cara ( linda) da grade antes:

( a loka colocou em cima do piso novinho dela)

aguardem a foto da mesa pronta!

EDITADO: eu reli este post e rachei de rir com o tanto de INHAs e INHOs que coloquei…e eu não sou assim, meiguinha.

o que a animação não faz com a gente né???

o lado bom é que eu me animo com qualquer  coisa…uma flor nova ( pode ser uma violetinha de 3,50), colchas recem lavadas na cama, uma troca de almofadas no sofá…

eu acho que isso no fundo é uma qualidade pois conheço gente que tem tudo não se anima com nada na vida.