Arquivo da categoria: antes e depois – eu ♥

Antes e depois…eu adoro!!!! De mesinha detonada a uma peça linda e moderna.

Padrão

Por que conviver a vida inteira com um móvel que você ja enjoou?

Aquelas cadeiras da área, a mesinha lateral, o criadinho do quarto…

Já pensou em tacar tinta e correr pro abraço?

O problema é : “hummmm, tenho um meeeeedo de estragar…”

Primeiro, você não vai estragar nada que já não esteja estragando o seu dia.

Por que olhar a peça todo dia e querer troca-la, e não ter tempo, ou dinheiro, é bem chato.

Segundo, se não der certo ( mas vai dar!) você repinta.

Eu achei este exemplo bem fácil ai abaixo, de uma mesinha me-que-tre-fe…

mesa lat antes

que foi pintada e virou isto!

mesa lat depois 1

“ahhhh, mas como faz?” ou “adorei, por onde eu começo?” ou “ahhhh mas dá um trabalhoooo”

Gente, é impensável numa época como a de agora em que TUDO tem PAP no youtube, ouvir perguntas assim…

Eu quando quero fazer alguma coisa,  meto a cara, mas se não sei, vou no youtube dou uma sapeada, e adapto do meu jeito.

A melhor forma de começar a peça é lixando para tirar o verniz e a tinta pegar.

Mas agora existe o pulo do gato que é a tal tinta batida de pedra.

Esta tinta emborrachada era destinada a pintar o interior de latarias de carros, mas o pessoal criativo descobriu que aplicando sobre qualquer superfície dispensava a lixa.

Então tá! Facilitou né?

Quer lixar, lixe, passe o primer, conserte a superfície com a massa acrílica, lixe de novo, pinte …

Ahhh, não quer lixar?  Passe duas demãos da batida de pedra, de uma lixadinha, pinte com a tinta que você quiser.

E não se fala mais nisso.

O resultado é uma peça bacana feita por você, que vai lhe deixar super orgulhosa e com vontade de fazer mais ainda!

o detalhe da linda:

mesa lat depois

 

Como nasce um jardim – parte II

Padrão

O post anterior ficou grande demais, então decidi dividir em dois (ou mais, nunca se sabe quando vai acabar esta obra, pois ja estamos em maio).

Este projeto é de jardim de uma fazenda e depois de 5 meses ele já esta bem florido.

Foram usadas plantas adultas  e mudas grandes ja pegas.

Lembram do canteiro?  Ele ganhou uma grade antiga, pelo jeito as trepadeiras vão subir nela.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Jabuticabeiras…e o piso de tijolos… tão romantico isso nao é?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

As arvores existentes no entorno da casa ganharam bancos de alvenaria.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A jardineira de tijolinhos: aqui a grama ja pegou e esta verdinha…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Adorei a parede lateral com chifres de veado…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Mais do pateo…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A mesa de madeira com um detalhe lindo em ferro…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Olhem a pergola como ficou linda…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O caminho para o redario…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O redário.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Chão de tijolos e moveis brancos: combinação perfeita.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A varanda, fresca.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Este conjunto de mesa e cadeiras recebeu pintura nova.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

 

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

por enquanto é so…

este projeto do Adriano Lourenço como eu ja disse nao tem previsão para acabar.

O passo a passo de um jardim

Padrão

Eu vou fazer uma matéria diferente aqui no blog: um post sobre um jardim que esta sendo feito em uma fazenda aqui perto de Araçatuba.

A idéia é todo dia acrescentar uma foto mostrando o passo a passo, até que ele fique pronto.

Eu poderia fazer vários posts, mas resolvi reunir tudo em um só.

Então, vou torcer pra dar certo.

Trata-se do trabalho do paisagista Adriano Lourenço, uma pessoa que admiro muito.

Adriano faz jardins maravilhosos e muitos foram publicados em várias revistas, como a Revista Natureza e tambem publicaçoes de Araçatuba e região.

Este jardim fou publicado nas revistas Natureza e Dhecore.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

É muito interessante como os tijolos foram assentados no chão e parede, dando um ar de rusticidade.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Nas paredes foram usadas grades iguais as que eu coloquei no meu quintal, lembram?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A diferença é que as trepadeiras subindo pelas grades so as destacaram mais.

Mas aqui em casa eu coloquei primaveras, e as grades ficaram totalmente escondidas…

Olhem o detalhe desta parede: textura rustica branca mais tijolinhos e nos vasos, MORANGOS!

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Eu adoro paredes cobertas de verde, pérgolas, esta mistura de pisos, pedriscos…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Aqui a jabuticabeira recebeu o destaque com o  banco na volta toda e mosaico portugues.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Sigo cada trabalho do Adriano seja pelas publicaçoes nas revistas ou pelo facebook e fico apaixonada com o antes e o depois de cada ambiente.

Noto  que ele tem uma “queda” por orquideas e rosas do deserto, tambem as preferidas do mr Husband.

Quando apareceu a chance de fazer o curso de jardinagem, contei pra ele, que me incentivou muito.

Logo me imaginei criando jardins lindos…mas, quanta inocencia hein????

Foi a partir do curso que vi o esforço e o conhecimento necessários para se construir um jardim do nada!

Hoje aceito tranquilamente que com o que aprendi, pelo menos nao mato minhas plantas, e resolvi deixar o trabalho sério para profissionais de verdade.

E para terminar o post, mais um canto lindo:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

visto de dois angulos diferentes: Não é maravilhoso?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

 

Quarto: antes e depois

Padrão

Quartos são para dormir, eu penso assim! Pois gosto de ocupar o resto da casa.

Ver TV na sala, usar meu note no escritório, ler na varanda ou no quintal, etc…

Ja gente como o Mr. Husband gosta de fazer tudo no quarto: ler, ver TV, cochilar entre um programa péssimo ( Sobrevivi, Atolados no Pantano, Pesca Mortal, etc…) e outro.

Ahhhh, menos comer, que eu não acho legal, desde que os meninos comeram cheetos no meu quarto e ficou aquele cheiro horrivel por horas.

OK, vale um um inofensivo chocolatinho, aí pode).

Não gosto de quarto atulhados, mas gosto deles aconchegantes e esta semana vi um antes e depois bem bacaninha no site da Emily Henderson.

Pra quem é espartano este quarto já esta pra lá de bom não é? Uma boa cama, com colchas macias e uma mesa de cabeceira.

quarto antes

Depois da intervenção da Emily a cama ganhou uma cabeceira acolchoada e mini comodas iguais…

quarto depois

Quadros… e eu não gosto do cesto para roupas alí, ok?

quarto depois 2

Uma linda comoda com espelhos e um jarro com flores frescas…

quarto depois 3

O piso tambem é lindo, de madeira, o que dá aconchego ao lugar.

Eu adorei, e voces?

Mala vintage

Padrão

Depois que eu comprei a tal mesinha de cincão, volta e meia bate aqueloa vontade de passar lá na ACREPOM e ver se tem alguma coisa pra garimpar.

Mas nunca dá certo, pois ou eu não tenho tempo, ou naquele dia que eu posso tá meio fora de mão, ou quando tenho tempo é num horario de almoço deles.

Mas um dia eu estava com tempo e vontade e fui lá ( no mesmo dia que comprei a mesinha do quarto de hospedes). Estava no horario de almoço deles, mas sou insistente e pedi pra entrar. Fuia avisada pra tomar cuidado com os ratos, mas encarei como gozação e fui fundo

Desta vez não tinha coisas legais, da ultima tinha ate um manequim de ferro! 

Revirei tudo e ja estava desistindo quando achei uma mala vintage, da IKA, de uns 40 anos atras. Ele não queria vender , mas acabou saindo por R$ 12.

Cheguei em casa com a malinha, e não sabvia o que fazer com ela. Primeiro limpei bem, pois nunca se sabe o que já passou por ali.

Aí comecei a forrar de contact, pensei num patchwork em tons pasteis, cortei os quadradinhos e ja tinha forrado meia mala quando vi que nao era aquilo…

Aí fui na Predileta Decorações e comprei um pouco de tecido daqueles acquablock e comecei.

MAS APANHEI HEIN PIPOL???? mas eu estava com paciência, coisa rara em mim, e um sabado de folga e fui  em frente.

Então agora voces tem O ANTES:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

(fechada tá ate bonitinha)

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

( o cheiro era bem suspeito)

E O DEPOIS

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Com papelão eu fiz o fundo e a parte de cima e forrei tambem. O de cima eu colei, o de baixo deixei solto.

Ainda não coloquei  a dobradiça e o pior: NÃO SEI O QUE FAZER COM ELA!!!!

é o lado ruim do artesanato: se voce não tá naquela vibe não encontra uso para o que fez…e eu sou meio minimalista ne? ( só meio…)

bem, me mandaram fotos lindas de como usar a mala depois, desde cama de gatinho até como porta livros.

Mas lembram-se desta foto aqui? Ela esta num post sobre varandas, procurem…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A mala ta lá. Bonita, não tão perfeita quanto eu gostaria ou como as malas que a Ana Paula Louvem faz.

Ainda vou pensar num uso pra ela.

Aceito sugestões.

mesa de mosaico, a primeira

Padrão

Voces lembram daquela mesinha de R$ 5 que comprei, reformei e tals né?

mesa acrepom antes

Acima como ela veio do lixão, eu reforcei toda a estrutura com barbante já que nao tinha a fibra ( a de cima é natural), pintei, encomendei um tampo de taboa e ficou assim:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

(ela ja foi branca, ja foi marrom café, ja foi bege bratemp e por fim dei uma patina com um verniz a base de agua caramelo)

Pois é, mesmo com o tampo improvisado de taboa, os copos caíam então a solução era um tampo de vidro ou madeira.

Optei pelo de madeira e pensei em fazer um mosaico. Só que eu nunca tinha feito mosaico e nem sabia por onde começar!

Passei pelo blog da Verônica Kraemer e me inspirei.

Logo de cara vi que não teria o material para cortar os ladrilhos; percebi que o jeito era trabalhar com as pastilhinhas inteiras.

Comprei as pastilhas  em tons de marrom, pois ai ficaria bem no tom dos moveis externos, chamei a Verô no inbox do FB e pedi uma aula express, e ela me explicou direitinho.

É o que eu sempre digo: “quem faz, ensina e não tem medo de concorrencia” ( se bem que eu NUNCA seria concorrente dela ne??? meu nivel é tosquinho), e quem finge que faz, não ensina porque não sabe! Simples assim.

Então eu nem  sabia que tipo e tamanho de tampo, que espessura de madeira!

Mas ai falei com o meu marceneiro (Paulo Lourenço da Oriente Moveis, tem pagina no Facebook) e ele me mandou um tampo de 50 cm com 1,5 cm de espessura.

Não me cobrou nada, ele disse que são 20 anos fazendo moveis com ele ( desde 94, este ano faremos 4 quinquenios e sexta parte de amizade!).

E  e eu toda felizinha comecei.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Comecei colando mas ao final da primeira fileira vi que tinha deixado junto demais, e que o rejunte não pegaria ali…retirei duas pastilhas, reposicionei tudo e continuei.

E o resultado, visto de cima:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Aqui a mesa vista de lado, dá para voces perceberem o “acabamento” em barbante, rsrsrsr…sério, esta mesinha nunca estará terminada, pois acho que ainda vai barbante ai…e depois eu pinto por cima, sem problema…

O fotografo ( filho 2) tambem não alinhou o tampo antes de fotografar, mas dá para terem uma boa ideia não é?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Quando postei no facebook recebi muitos elogios e teve ate um amigo que me deu as pastilhas que ele tinha em casa!

Agora acho que não posso parar né? posso fazer coisas pequenas, tipo bandejas e caixinhas…Não prtendo comercializar, só para mim  ou para presente, sei lá!

Sinceramente? Acho que todo mundo deveria tentar! É MUITO BACANA!

Ainda que não fique perfeito, tem aquela coisa do EU FIZ! e que não tem mastercard que pague!