Arquivo da categoria: amigos

Como nasce um jardim

Padrão

Então leitores queridos este é “O” post.

Aquele em que veremos um jardim nascer do nada, até ficar totalmente formado.

Ao longo deste projeto saberemos que tipo de plantas serão usadas e como a equipe faz a parte de alvenaria, madeiramento,  ou seja: aquilo que todo mundo quer saber: quem faz o que na construção de um jardim deste?

O projeto é de Adriano Lourenço e ele conta com uma equipe de pedreiros e carpinteiros que vão construir canteiros, pergola usando materiais de demolição, grades antigas, lindos ladrilhos…

A obra que começou em primeiro de dezembro esta prevista para acabar no final de janeiro.

As fotos são do Adriano mesmo… ele tambem arrasa na fotografia.

E vai serassim: sempre que houver alguma novidade eu vou editar este post! é portanto um post a quatro mãos, pois o Adriano alem de pegar no pesado ainda vai dar toda a informaçao ( e fotos!)

Então  este é o ponto de partida do belo jardim que vai nascer:

uma casa nova construida em meio a arvores antigas e frondosas. Nada em volta, e muito espaço para plantar!

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Pelo jeito aqui vai ter uma pérgola…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

E uma curiosidade: alguem consegue adivinhar onde vai ficar este belo ladrilho hidraulico?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

 

05/12/2014 : As plantas, IMENSAS! vão chegando.

O preço de um jardim depende do tamanho das mudas que voce vai usar.

Se usar mudas pequenas, elas serão baratas mas tambem irão demorar para crescer.

Para este jardim foram escolhidas mudas grandes, já pegas, e elas foram chegando assim, às centenas.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

No inicio elas ficam ali, amontoadas, e a “alguem como eu” já pensa: _vixiiiii, agora misturou tudo, o que vai em que lugar?”

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Mas o Adriano sabe exatamente onde vai cada arbusto, cada arvorezinha.

Nesta foto ele usou arecas  e lá ao fundo jasmim manga.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Em frente da pergola as dracenas cordilines. É linda esta cor arroxeada, nao acham?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Aqui, de outro angulo; notem como o separador de solo vai delimitar a area plantada de onde terá a grama são carlos.

Esta é uma grama bem resistente.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Os canteiros vão sendo formados.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Voces se lembram que ja existiam umas arvores grandes nao é?

São estas arvores que vão dar o suporte, a sombra, e fazer o fundo do jardim.

09/12/2014

O pessoal da alvenaria trabalhando a todo vapor!

Aqui ja fizeram floreiras e murinhos com tijolos de demolição

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

o que o Adriano plantará aqui na floreira???alguem adivinha?

já este murinho divide dois espaços…acho que ele vai ter uma cor forte para contrastar com o verde da vegetação.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

visto de cima:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

em 15/12/2014…

o pergolado ja vai bem adiantado e ficou grande hein????

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

18/12/2014

A floreira em tijolos de demolição recebeu ciprestes italianos e barba de serpente

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A pérgola ja pronta…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A calçada feita com tijolos de demolição

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Uma floreira no entorno da casa: quanta ansiedade de ve-la cheia de plantas!

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A cor da casa é um amarelo com textura…ficará linda quando o verde estiver pertinho.

13/01/2015

a calçada esta pronta e as plantas vão enchendo os espaços vazios

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

neste espaço, que ja foi mostrado acima, o Adriano criou um jardim de vasos sobre a grama:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Pés de laranja e de limão galego e tahiti são plantadas ali pertinho… as arvores já estão grandes e dando frutos

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O piso do redário é feito com tijolos de demolição:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A varanda vai sendo decorada. Reparem onde entrou aquele piso com estampa de ladrilho hidraulico: ele forma em tapete no meio do porcelanato

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Aqui a varanda vista de frente

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A trepadeira já começa a se enroscar na pérgola

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

21/01/2015, chega o caminhão com a grama.

É muita grama hein???? E ela começa a ser colocada em toda a volta da casa!

E a casa vai se transformando …

O que estava assim:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Vai se enchendo de verde!

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O Adriano resolveu misturar as flores o perfume dos temperos, e criou uma hota de vasos ali no espaço de convivencia:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Pimentas, cebolinha, manjericão…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

E muito mais está sendo criado perto da piscina e em outras áreas!

Eu avisei que este seria um post imenso!

Como nasce um jardim – parte II

Padrão

O post anterior ficou grande demais, então decidi dividir em dois (ou mais, nunca se sabe quando vai acabar esta obra, pois ja estamos em maio).

Este projeto é de jardim de uma fazenda e depois de 5 meses ele já esta bem florido.

Foram usadas plantas adultas  e mudas grandes ja pegas.

Lembram do canteiro?  Ele ganhou uma grade antiga, pelo jeito as trepadeiras vão subir nela.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Jabuticabeiras…e o piso de tijolos… tão romantico isso nao é?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

As arvores existentes no entorno da casa ganharam bancos de alvenaria.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A jardineira de tijolinhos: aqui a grama ja pegou e esta verdinha…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Adorei a parede lateral com chifres de veado…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Mais do pateo…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A mesa de madeira com um detalhe lindo em ferro…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Olhem a pergola como ficou linda…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O caminho para o redario…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

O redário.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Chão de tijolos e moveis brancos: combinação perfeita.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A varanda, fresca.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Este conjunto de mesa e cadeiras recebeu pintura nova.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

 

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

por enquanto é so…

este projeto do Adriano Lourenço como eu ja disse nao tem previsão para acabar.

O passo a passo de um jardim

Padrão

Eu vou fazer uma matéria diferente aqui no blog: um post sobre um jardim que esta sendo feito em uma fazenda aqui perto de Araçatuba.

A idéia é todo dia acrescentar uma foto mostrando o passo a passo, até que ele fique pronto.

Eu poderia fazer vários posts, mas resolvi reunir tudo em um só.

Então, vou torcer pra dar certo.

Trata-se do trabalho do paisagista Adriano Lourenço, uma pessoa que admiro muito.

Adriano faz jardins maravilhosos e muitos foram publicados em várias revistas, como a Revista Natureza e tambem publicaçoes de Araçatuba e região.

Este jardim fou publicado nas revistas Natureza e Dhecore.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

É muito interessante como os tijolos foram assentados no chão e parede, dando um ar de rusticidade.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Nas paredes foram usadas grades iguais as que eu coloquei no meu quintal, lembram?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

A diferença é que as trepadeiras subindo pelas grades so as destacaram mais.

Mas aqui em casa eu coloquei primaveras, e as grades ficaram totalmente escondidas…

Olhem o detalhe desta parede: textura rustica branca mais tijolinhos e nos vasos, MORANGOS!

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Eu adoro paredes cobertas de verde, pérgolas, esta mistura de pisos, pedriscos…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Aqui a jabuticabeira recebeu o destaque com o  banco na volta toda e mosaico portugues.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Sigo cada trabalho do Adriano seja pelas publicaçoes nas revistas ou pelo facebook e fico apaixonada com o antes e o depois de cada ambiente.

Noto  que ele tem uma “queda” por orquideas e rosas do deserto, tambem as preferidas do mr Husband.

Quando apareceu a chance de fazer o curso de jardinagem, contei pra ele, que me incentivou muito.

Logo me imaginei criando jardins lindos…mas, quanta inocencia hein????

Foi a partir do curso que vi o esforço e o conhecimento necessários para se construir um jardim do nada!

Hoje aceito tranquilamente que com o que aprendi, pelo menos nao mato minhas plantas, e resolvi deixar o trabalho sério para profissionais de verdade.

E para terminar o post, mais um canto lindo:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

visto de dois angulos diferentes: Não é maravilhoso?

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

 

Curso de Jardinagem e Paisagismo

Padrão

O curso de Jardinagem e Paisagismo que eu havia mencionado aqui acabou oficialmente hoje com a entrega simbólica dos certificados pelo Secretario do Meio Ambiente, Jorge Rozas.

Simbolicamente, pois a entrega mesmo será numa solenidade bacana na Prefeitura de Araçatuba com a presença de autoridades.

Fizemos parte da primeira turma a fazer este curso, e segundo o secretario esta prevista a Universidade Aberta do Meio Ambiente para junho do ano que vem.

Eu gostaria de contar como foi cada aula, mas é muita coisa, pois passamos quatro horas por aula,  todas as manhas e sábado, de agosto e setembro.

Ganhamos apostilas sim ( material excelente) mas não ficamos presos a elas!

Já no primeiro dia saimos da sala de aula, formamos grupos e cada grupo plantou um vaso com uma planta escolhida ( buxinho, pata de elefante, phenix…) que foi monitorado o curso todo. A cada aula a primeira tarefa era regar o vaso e ver se havia ali algum parasita.

Plantamos uma arvore tambem no primeiro dia!

Aprendemos muito sobre enxertia e reprodução, plantamos mudinhas de hibisco ( a minha pegou e ja replantei aqui e casa), visitamos praças e aprendemos a fazer projetos.

Um dos projetos que tomou muitas aulas foi  a confecção de dois bancos de madeira reaproveitada de pallets.

Eu achei que colocariamos um pallet em cima do outro com almofadas como vemos em muitos lugares,  mas não!

Cada pallet foi desmontado e o banco ficou com “cara de banco “mesmo!

A intenção era coloca-los numa praça, mas por falta de tempo resolveram instalar  alí mesmo no local do curso, que é uma reserva conhecida como Fazenda do Estado.

Hoje no encerramento do curso o professor chamou a atenção de todos para o fato da turma ter pessoas de todas as classes sociais, desde pessoas que já trabalham com jardins, até estudantes de arquitetura, curiosos e gente como eu, que até tem medo de aguar demais ou de menos. E que no entanto, o clima entre nós era de muita brincadeira e camaradagem.

Durante o curso fomos nos conhecendo, e as amizades e afinidades foram surgindo.

O curso teve o apoio do funcionarios da Secretaria do Meio Ambiente (Valdir Cosmo, Seo Nono, Patricia, Maísa) que providenciavam tudo o que era necessario para cada aula, e tambem o lanchinho da turma.

Vou sentir saudade de todos, e ja trocamos telefone, nos adicionamos no facebook…

Mas ja temos uma viagem para Holambra marcada para outubro!

E ficamos de marcar um café para reunir a turma de vez em quando, bater um papo e contar se estamos colocando em prática tudo o que aprendemos.

Aqui em casa as coisas já mudaram um pouco: Mr Husband deu descanso ao tesourão, eu andei plantando algumas coisas, tipo vasinhos naquela grade que voces conhecem, lá do corredor lateral.

Tambem plantei uma ipomeia que ficará ali perto do quarto de hóspedes:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Pretendo fazer uma escada em bambu para que ela suba ( a escada ainda vou aprender a fazer, isso em outro curso, ja agendado)…

E este é o jardim que montamos perto da cruz de malta:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Fizemos os bancos ( na verdade quem pegou no pesado foram os rapazes, eu so usei a lixadeira orbital) e carregamos para este canto.

Depois plantamos  grama esmeralda e palmeiras phenix de cada lado.

Acabamos o jardim debaixo do aguaceiro de sabado passado!

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Hoje voltamos lá e vimos que a grama pegou bem!

Aqui abaixo, o nosso professor Edmar Schiavoni, feliz com o resultado do nosso trabalho:

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Este curso vai deixar saudade…

Uma dica, procurem se informar se ai na cidade onde voces moram há oferta de cursos assim.

O berço que virou sofá

Padrão

Na maioria das vezes olhamos um móvel ou objeto e nem imaginamos usa-lo de outra forma.

Olhem o berço abaixo, em madeira. Idade: 98 anos.

Lindo não é???

Mas quem é que vai ter um bebe ainda??? Não lá em casa e nem na casa desta minha amiga.

Que por coincidencia é a dona da Altiva, a casa que mostrei aqui, recentemente.

Ela viu o berço e logo imaginou que ele daria um lindo recamier.

Trouxe pra casa, neste estado aí que vocês estão vendo: várias camadas de tinta. Este berço provavelmente já foi verde, rosinha, branco, amarelo…

De acordo com o gosto e a necessidade das mães dos vários babys que já dormiram nele.

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Tirar toda a tinta foi u trabalho árduo e quase não vimos Odete nestes dias.

Por onde anda Odete”, perguntávamos.

E a resposta era sempre: ” parece que ainda tá a lixar o berço

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Alguns dias depois, ela reaparece toda feliz, com o berço todo pintadinho, o colchão forrado com um linho quadriculado.

Já arrumou um canto para a peça, e aí teve uma idéia…

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Como é um canto de relaxamento, onde ela irá ler, bordar seus lindos tapetes, ela pediu que cada amiga mandasse uma almofada.

Ela não indicou cor ou tamanho, apenas: me mandem uma almofada que tenha a cara de vocês…

As amigas mandaram…( quando eu peguei esta foto, algumas almofadas ainda não tinham chegado)

blogdareforma.wordpress.com

blogdareforma.wordpress.com

Achei que é uma maneira bacana de ter perto de si, um carinho de amigo.

Em tempo, a minha almofada é a de rim, à esquerda, floridinha

Gostaram?

Esta casa tem um nome : Altiva

Padrão

Acho muito interessante quando uma pessoa dá um nome a sua casa.

O nome deve traduzir o que aquela casa significa para a familia.

O que vamos mostrar aqui hoje é uma casa que tem um nome bem sugestivo dada a posição que ela ocupa em relação as outras do quarteirão: Altiva.

A Altiva se destaca por ser um sobrado, e ficar na parte mais alta do terreno, mas pra falar dela preciso primeiro contar algumas coisas a respeito dos seus donos, Odete e Saulo.

Conheci a Odete em 2009 lá no outro blog, o Coisa de Lilly, por conta de um comentário feito num post.

Respondi por e-mail, ela retornou e dai começou um bate papo gostoso e uma amizade de irmã.

Trocamos idéias e receitas, incorporei conhecimentos como o “perupatolinha” que fiquei espantada pois nunca tinha visto este prato ( um peru desossado, recheado com um pato desossado, com uma galinha desossada dentro, já imaginaram?) e que ela faz tão bem; e conheci um pouco dos costumes do sul, já que eles moram em Santa Catarina.

Quando Odete e Saulo compraram o sobrado, eles apenas deram um toque pessoal, uma pinturinha, limpeza e se mudaram.

Ela é um dinamo, não pára quieta um minuto  e desenvolveu varios projetinhos como o de desmontar todo o armario de aparencia  datada e fazer prateleiras ( já mostrada aqui), ou como esta mesa feita a partir de uma caixa de faqueiro, ou charmosos  banquinhos em madeira, ou ainda bordando lindos ( e imensos) tapetes.

E eles ainda são do tipo que catam cadeiras do lixo do vizinho, pintam e tranformam num ponto de atraçao na casa. Que colam tecidos em moveis e dão uma cara nova em tudo.

Foi só entrar setembro e  tanto Odete quanto Saulo se cansaram de projetinhos de final de semana e mandaram ver numa reforma que repaginou a cozinha e churrasqueira, trocou todas as janelas, redimensionou o vestíbulo e o banheiro da suíte, refez todas as calçadas, e pintou toda a casa tanto por fora como por dentro.

A reforma é grande e quando comecei este post já percebi que não caberia em um só.

Entao vou começar aqui com o antes e depois da cozinha e churrasqueira, que é de longe o local preferido do casal.

Era uma cozinha comum, e a foto mostra exatamente como estava desde que a compraram.

cozinha antes

Eles não queriam nada muito high tec, a intenção era dar um ar de aconchego, misturar o novo com o antigo e tambem  reaproveitar o que pudesse.

Na Altiva a cozinha é o coração da casa. A parede que  separava a cozinha da sala já nem existe mais , pois é ali que o pessoal se reune enquanto a Odete prepara os complicados pratos alemães que serve pra turma.

Então nesta primeira foto já vemos que o espaço foi bem aproveitado com um balcão em L em granito branco Dallas. O revestimento antigo e branquinho foi tirado  e a parede recebeu massa e pintura.

Uma placa de eucatex perfurado branco ( ou pegboard) mantem colheres, fouets, e outros utensilios bem a mão.

Na parede da janela uma ceramica (cedasa) com estampa de ladrilho hidraulico, linda, eu adorei.

cozinha depois 1

O paneleiro de ferro mudou de parede. Agora ele fica perto do carrinho de temperos.

Parece muito tempero não é? Mas ela usa todos, e muito bem!

cozinha depois 3

O piso era ceramica na cozinha e na sala ao lado, de pedra. Tudo foi recoberto com piso vinilico Ecovinil da HG ( segundo a Odete é muito confortavel e dá pra andar descalça agora)

Lembram do armario datado que teve as portas arrancadas e virou prateleira?

Saulo insistiu que ele tivesse o fundo pintado em vermelho o que acrescentou calor e cor ao ambiente.

Eu adoro prateleiras, mas elas só dão certo em casa de gente muito organizada como é o caso da Odete…se voce adora uma baguncinha, esqueça.

cozinha depois 2

Nas fotos abaixo dá pra ver como a sala de Tv e cozinha são integradas.

cozinha sala 1

Nas paredes foi usada a tinta Suvinil Cinza Crômio…é um cinza suave, quase prata.

cozinha sala 2

Este sofá (era beginho) tambem recebeu uma forraçao nova em linhão cinza e combinou super bem com  poltrona e o puffe e os novos tons da parede.

E esta foi a cozinha ( tenho mais fotos, ficou dificil escolher, todas estavam otimas!)

Lá fora tinha uma velha churrasqueira; ela  foi demolida, mas seus tijolos refratarios foram aproveitados no interior da outra.

churrasqueira antes

A nova churrasqueira  foi uma solução que o casal encontrou por não curtir churrasco de espeto e sim os grelhados.

Então, com inspiração nas chamadas churrasqueiras de tambor, criaram esse modelo de tijolos, com tampa de metal forjado, podendo assim, ter uma altura maior (90cm), mais adequada à altura do churrasqueiro.

A pia foi reaproveitada da cozinha. O piso da área da churrasqueira, bem como de toda a área externa é um antiderrapante PEI 5 da Cerâmica Viva.

churrasqueira depois

No frontão da pia ela usou ladrilhos hidraulicos em tons de azul.

Um detalhe dos ladrilhos hidraulicos:

detalhe do ladrilho

Que linda ficou esta paginação!!!

A reforma toda durou 3 meses e nela foram usadas soluções que visavam tornar a casa a cara dos moradores.

hello! de volta!

Padrão

eyespessoas lindas que não me abandonam nem quando eu dou um tempo de blog, eu preciso retornar às postagens!!

nos ultimos meses eu estava ocupada com cursos.

fiz um de coaching que me deixou muito feliz e pretendo me dedicar mais ao assunto.

e tambem li muito, retornei às caminhadas ( duas vezesinhas na semana e só, nada comparado aos sete dias por semana de antes)  mas todos os projetinhos relacionados à minha casa ficaram no final da lista.

e eu tenho os posts na cabeça, mas preciso me organizar ( acho que vou contratar um estagiário), preciso falar das cortinas que coloquei no quarto dos meninos e que resultou num conforto imenso, pois elas tem blackout.agora o quarto fica  escurinho e fresco e em compensação a galerinha quer dormir ate tarde.

vou mostrar uma  casa que passou por uma reforma rápida e com um resultado de capa de revista.

é a casa de uma leitora e amiga do cuore e voces vão gostar muito.

tambem ando enrolada com uma parede do quarto do menor que vai ganhar uma arte do Estudio Giclée…falta a foto do “antes”, falta medir a parede, falta escolher a estampa…falta tudo! 

e alguns andaram reclamando que as postagens de 2012 e 2013 desapareceram… mas eu verifiquei e dá pra consulta-las  por mes.

talves eu tenha que editar tudo…sei lá…se der trabalho acho que vou precisar mesmo de estagiário, kkkk

que mais? dia 7/12 fez dois anos que quebrei a perna e mudei totalmente meu jeito de ver/viver a vida.

ando mais lenta, o que é bom, me fez prestar atenção no que antes eu passava como um trator por cima.

continuo fazendo muitos cursos ( a maioria online) e encontrando meu caminho…e percebendo que muitas daquelas  coisas eu ja fazia a muito tempo, mas com outro nome: amizade.