um toque de antigo

Padrão

casas antigas chamam a minha atenção.

quando passeio de carro minha mente vaga solta. fico observando as casas, as cores, grades antigas.

gosto delas assobradadas, geminadas, com o desgaste natural do tempo, a hera crescendo pelas paredes…

eu sempre imagino como é a vida lá dentro.

algumas destas casas eu nunca esqueci, como uma no Higienópolis, pra cima da 9 de Julho, com uma parede tomada pela hera e um gatinho de porcelana branca no telhado.

pode parecer brega, mas fazia a casa parecer um cenário. eu passava por ali todo dia e não me cansava de olhar.

e tem coisa mais linda que um piso de tijolos ???

uma pérgula com uma parreira de uvas fazendo uma sombra fresquinha…

( ps: contei que vou ter uma parreira tb?)

Anúncios

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.

»

  1. Agora me pego reparando em tudo, mas nunca estou com a máquina, para registrar. Ontem fiquei presa num engarrafamento e vi cada casa linda, “pendurada no morro”, de luxo, coisa comum em BH. Daria tempo pra tirar fotos ótimas. Mas cadê a máquina?
    Acho que agora tudo que vejo penso que daria um post…rsrs
    Tudo bem por aí?

  2. Bom dia!!!

    Sabe sou como vc passo pelos ruas observando cada detalhe de tudo que meu olhar alcança.
    Amo plantas subindo pelas parede e mesmo telhados.
    Quanto a parreira acho um charme, tenho uma e ela é a vedete do meu jardim.
    Estou colocando uma foto pra vc.
    Bjs

  3. na casa da minha avó paterna, na fazenda (aliás, onde eu nasci), tinha um pergolado com parreira fazendo o corredor entre a casa e a cozinha e lavanderia, que ficavam longe uns 3 ou 4 metros.
    debaixo do pergolado tinha uma mesa onde, no calor, a gente comia e, aos domingos, jogava tômbola.
    deu saudades…

  4. Oi Lilly,
    Gostei muito do seu blog: muito útil e feito com muito capricho.

    Esse post me trouxe uma lembrança muito agradável… Lembro-me de uma casa que, quando eu era pequena, todas as vezes que passava por ela parava para admirá-la. Era bem antiga e tinha um quintal enorme, todo florido. O que eu mais gostava é que no oitão da casa tinha um letreiro com o nome da propriedade: “Villa Nazareth”. Achava muito bonito “a casa ter um nome”.

    Essa casa ainda existe na minha cidade natal (Vila Velha, ES), eu é que não passo mais por lá porque moro em outra cidade, mas, se passasse, tenho certeza que pararia todas as vezes… Quando eu for para aqueles lados tirarei uma foto mandarei para você. Beijinhos.

  5. É muito gostoso olhar uma casa antiga, imaginar um cheirinho de café e pão caseiro feito na hora e ficar bolando mil histórias na cabeça sobre como é morar ali. Que delícia andar com os pés descalços em um chão de tijolinho…aiai. Parabéns Li.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s