devaneios…

Padrão

depois de abrir os presentinhos e fazer fusquinha pra moçada de casa, eu fui dar um toque na varanda.

pois a moça limpa, mas não deixa as coisas no lugar certo.

então eu vou arrumando os vasinhos, quadros, ajeitando cadeiras e o sofá.

e eu tirei as “capinhas” do sofá e do pufe pra lavar na hora do almoço e a tarde ja estavam limpinhas e secas ( crepe de malha, um ventinho seca).

tirar é facil né? puxo o pano e os percevejos pulam fora.

colocar de novo é que dá trabalho. pois tem que enfiar os danados dos percevejos numa madeira super dura!

mas desta vez foi bem mais fácil, pois ajustei primeiro a parte de baixo e fui subindo e ajustando.

as pontas que sobraram atras eu amarrei, então não ficou malfeito, parece forração mesmo.

 to ficando boa nisso!

enquanto eu ía fazendo o trabalho, uma idéia passou pela minha cabeça: é que quando eu forrar o sofá sobrarão mais de 5 metros deste tecido.

pensei em fazer um caftã, uma saida de banho, sei lá.

mas aí lembrei do tailleur que a d. Marisa usou na Holanda e do sofá forrado com o mesmo tecido

eu me recuso a aceitar que eles usaram um gobellin de sofá pra fazer uma roupa pra ela. prefiro pensar que forraram um sofá com este tecido, só de birra.

anyway, a Nenê da Grande Familia tem aparecido usando conjuntinhos feitos com tecidos da Karsten.

  

Marieta pode tudo!

comecei a rir sem parar, o que deixou uns e outros intrigados, mas não dava pra explicar na hora sem mostrar uma foto.

mas ainda não abandonei a idéia do caftan…

Anúncios

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.

»

  1. Essa é muito boa…kkk

    Só vc, mais ninguém enxergaria isso, agora qto a Maisa sempre achei ela uma espécie de móvel com rodinha (só aparece como figurante, nunca representou nada), agora já sei é um sofá…hehehe

  2. Hahahaha Tecidos da Karsten foi bom demais da conta!!! Vou rir aqui até amanhã…

    A tal ex primeira dama nunca teve estilo né? Isso independe do tecido (Que maldade a minha né?)… kkkk

    Bjs e um abraço forte.
    P.S. Te mandei um e-mail que bateu o recorde de tamanho. 🙂
    Mais bjs
    Roberta

  3. Noooooossa, agora entendo porque a mulherada do trabalho me olha com cara de ponto de interrogação, nunca presto atenção no que visto, tão pouco me preocupo se tá combinando. Será que já saí por aí parecendo um sofá, ou uma toalha de mesa??? …Huuummm, pano de chão encardido me parece uma idéia triste!!! Preciso rever meu guarda-roupa. Eu também nunca presto atenção no que vai a meu redor, no que usam as outras pessoas, isso é mal, não é mesmo?! Ai, ai… Quando crescer eu vou ter um olho clínico como o seu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s