a amiga do keith

Standard

Milu, Miluzinhaa Milu é a companheirinha da Caroline do Madame Morgana.

o lugar preferido desta fofa  é alí na cozinha, encarapitada numa cadeira amarela, só dela.

de lá ela acompanha os movimentos da mãe enquanto cozinha.

safadinha, sabe que vai rolar uns petisquinhos.

e quem resiste a este olhar meigo e pidão?

é muito bacana esta atenção que os animais nos dão.

às vezes a atenção é maior do que a que recebemos de um humano.

não é?

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.

»

  1. Realmente,

    Eu to louca por um cachorrinho, mas no momento não estamos em boa hora, pq os bichinhos precisam de carinho, atenção e cuidado… enquanto não posso ter uma, curto a da minha sogra… a “Lilica” é uma cadelinha linda e fofa, ela é assim como a Milu, só que branquinha e adora ficar na cozinha… o olhar deles realmente alegram nossos dias!!!!!

    Beijos

  2. Linda mesmo! eu tenho um poodle de 1 ano… ele consegue acabar com toda minha tristeza ou raiva ou chateação no minuto em que chego em casa e o vejo todo feliz me esperando!
    Os cães conseguem ser mais humanos que muito ser humano, viu…

  3. Ai que fofa a Miluzinha!!! Eu amo cachorro. Só não tenho uns 5 por falta de espaço. A minha Pankeka é uma cadelinha “de dentro de casa”. Ela vive no sofá, na cozinha, na varanda e dorme no meu quarto, em sua própria caminha, é claro. Ela faz xixi e cocô só no jornalzinho lá fora, NUNCA dentro de casa. Vivemos todos juntos e saudáveis e essa convivência ( ou falta de higiene como diriam umas e outras) nunca nos deixou doentes. Pra mim a única coisa ruim nos cachorros é que eles vivem tão pouco! Seria ótimo se eles vivessem uns 30 anos no mínimo. Não consigo imaginar minha vida sem minha pituchinha..

  4. Oi Flor, encontrei seu blog justamente no dia da tão grande polêmica do gatinho na cozinha, amo animais, não tenho nenhum, pois fico muuuuito pouco tempo em casa, e eles se sentiriam solitários, mas amo de paixão, ja tive 2 poodles, elas dormiam dentro de casa, quem ia em casa sabia que aquela casa era delas também, a prioridade eram elas, que por sinal eram muuuuito limpinhas.

    Abraços!!!

  5. É sim.
    A minha gata é malandra, provoca-me, é independente, não gosta que pegue nela, marca o espaço, arranha-me, morde-me, brinca, e deixa-me tola.
    Vou uns dias de férias e não sei o que fazer.
    Os animais entendem-nos e animam-nos.
    Beijinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s