cozinha simples

Padrão

Já que o assunto ainda é cozinha, eu me inspirei em um comentário que a Paola fez no blog pra mostrar esta cozinha simples e linda.

A Paola tem uma casa antiga, de mais de 50 anos e vai iniciar uma reforma. Como toda garota ishperrtcha, ela fez um blog pra documentar a reforma.

Tá que é bacanérrimo voce fazer uma cozinha planejada, usar porcelanatos e granitos e pastilhas, acabamentos contemporaneos, mas trilhar o caminho  inverso tambem pode dar um resultado excelente.

Encontrei esta cozinha fresquíssima, olhando, a gente tem a impressão que tem um bolo assando alí e a atmosfera está carregada daquele cheiro doce .

O chão de ladrilhos antigos, a pia em concreto com cortininha, prateleiras estreitas para potes de temperos, e prateleiras com mais profundidade abrigam eletrodomésticos e a louça do dia-adia.

Um detalhe da pia : bancada e pia em concreto, uma tendencia hoje em dia…

detalhe dos porta panos de prato e da prateleira de temperos.

Sobre o peitoril da janela, vasinhos de temperos frescos.

Um acristaleira antiga para as louças menos usadas e mais prateleiras.

Gostaram da mistura? Viram algum item caro aí?

É uma sugestão pra reforma da Paola, ( olha eu aí metendo o bedelho na reforma alheia) e um pouco da conversa que eu tive com a Fernanda.

A Fer disse que tinha que reformar uma casa mas não tinha dinheiro. E que estava num impasse: reformava a casa que tinha ou continuava no apartamento.

Às vezes vale a pena “dar um tapa” na casa e aproveitar o espaço e mais tarde partir pra morada definitiva.

O improviso, a gambiarra, o uso de materiais alternativos pode nestes casos dar muito mais efeito do que a solução cara e contemporanea.

Sobre coisadelilly

mulher, mãe e esposa, workaholic; uma inconformada com a situação mundial; uma pessoa que ama cães, caminhar, ir a liquidações, comer jujubas; viciada em seriados americanos; prendada mas sem tempo de colocar em pratica suas habilidades; desprovida de inveja e más intenções; uma pessoa que adora joaninhas, pink, flores, romantismo, craft, musica; um pé no presente, um no passado, a cabeça no futuro; uma pessoa nada facil; que tenta se livrar do saco de ossos de vidas passadas, que vive o agora; que esqueceu o que não devia e lembra o que não quer; uma pessoa na versão enciclopédica 2.0 que não pode ser resumida.

»

  1. Meu Deus, já to no seu blog!! kkkkk A-D-O-R-E-I! Menina, vc captou mesmo meu estilo. Isso pq ainda não coloquei minhas referências lá, hein! Mas é exatamente isso: o antiguinho, o velho reformado, o novo uso pra um objeto antigo. Exemplo: junto com minha casinha vem um FRIGIDAIRE das antigas! Vermelha, linda! Que vai virar um barzinho. Enfim, adorei o posto, obrigada pela homenagem à minha casinha e, como já me sinto de casa, vou entrar sem bater! Bj! Paola Gil

  2. Oi Lilly! Eu tinha escrito um monte de coisas pra ti enviar aqui, uma carta, praticamente, mas meu lap top deu um tilt e perdi tudo! Mas tudo o que tu escreveu eu assino embaixo! Vamos ter uma casa grande, sim! Mas uma casa funcional. Eu sigo a tua filosofia: quanto menos móveis e bibelôs, menos poeira acumula e mais fácil a limpeza. Aqui no apto, não tenho muito espaço, então fica tudo amontoado, mas como terei bastante espaço, vou poder fazer tudo do jeito que sempre quis. E tb concordo contigo que não adianta ter uma casa enorme e não ter espaço pra receber hóspedes. Vamos ter 3 quartos, com certeza. E obrigada pelo carinha de babies!!! Eu faço 29 anos em junho e o Jacques faz 34 em julho. Um beijão e apareça sempre lá na “Nossa casa”.

    Meu e-mail é catiafroehlich@hotmail.com (e meu msn tb)
    Foi pra esse que tu mandou? Bjs

  3. Acho lindas cozinhas simples e rústicas! Lá no apê, não faria pois acho que não combina com o estilo que queremos pra ele. Mas, se tivesse uma casa, já com alguns traços de época, toparia!!!
    bj

  4. Como sempre digo, para tudo tem jeito.
    Existem tantas soluções. Mesmo com grana curta dá para improvisar e fazer um espaço bonito, agradável e útil de acordo com a vida da pessoa.
    Não faz sentido uma pessoa que odeia cozinhar ou que pouco usa a cozinha, investir tanto dinheiro naquele ambiente. Não to dizendo para deixar td feio tb.
    Eu adoro cozinhar, então sei que quando tiver minha casa/apto, vou querer caprichar.
    Nem tudo que é caro é bonito/bom e nem tudo que é barato é porcaria/feio.

  5. Sabe o que acho? O que importa é se a casa tem a cara do seu dono. Não adianta fazer uma coisa toda na moda, de acordo com as regras de etiquetas se não tem a sua cara. Então, faça o que lhe faz bem, afinal a casa é sua e você é quem vai morar nela…hahahahaa..o resto, é o resto!!!

    bjs!

  6. Oi,tudo bom ?
    Minha mãe é de Santa catarina,mora enfiadinha lá no mato numa casinha linda
    de madeira,vcs ficariam doidinhas de ver as antiguidades,tem móveis com 60 aninhos,
    é claro que eu estou na fila rs.rs.
    Adorei a cozinha.

  7. Pingback: casa de leitora: a cozinha da Sam « Blog da Reforma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s