Arquivos

Archive for novembro \24\UTC 2012

eu preciso confessar uma coisa…

24 de novembro de 2012 13 comentários

a mesa amarela da skol chegou.

affe…esta num canto da garagem.

e outro dia fizeram uma adaptação nela com dois espaguetes de espuma e ela ficou boiando na piscina pra colocar os copos.

uma adaptação tabajara inútil e bre-ga,  já que existe isso:

shame, shame, shame…

CategoriasA minha casa...

pequenas mudanças em casa

22 de novembro de 2012 29 comentários

Aproveitando que os pintores estavam aqui em setembro pintando a garagem e dando uns retoques pela casa, eu pedi para passar o linho ( Suvinil) na sala de TV inteira.

Antes esta cor só cobria a parede oposta a porta e o resto era F-100.

Mas a sala estava muito clara e “jaque” eu tinha que colocar um interruptor onde estava fazendo falta ( onde se viu colocar na saida da sala? tem que ser na entrada!!”), e aí tinha que dar retoque …e daí que a tinta não dava retoque pois era de lote diferente …( um monte de jaques)e… mandei pintar tudo!

e não me arrependi.

achei que a sala ficou mais aconchegante, mais escurinha.

E na sala de jantar eu tinha a mesona de madeira, e toda vez que faço festa e vem muita gente eu arrasto a danada pra fora, arrasto pra dentro e desta ultima vez eu cansei e deixei lá na varanda mesmo.

No lugar dela trouxe a mesa de fibra e vidro da varanda.

Ficou mais leve, mais facil de limpar ali (lavo quase todo dia)

o outro lado da cozinha:

na veerdade esta m udança é so  uma preparaçao.

já faz é tempo que eu sonho com uma mesa de vidro quadrada, talvez de vidro preto, com pés em aço e cadeiras pretas.

acho que combina bem ai neste ambiente .

a mesona eu não vou dar, comprei quando casei e ela aguentou chuva em cima, respingos de tinta, de agua e tá aí bonitona ainda, então quando eu tiver a mesa de jantar nova, a redonda de vidro volta pra varanda, as cadeiras descem para perto da escada onde não bate muito sol ou vão pra perto do sofá e tá ótimo.

abaixo, a mesa de imbuia na area da churrasqueira, achei que ficou bem confortavel ali.

Loba no canto preferido dela…ali onde as pessoas se sentam pra um papinho.

ao fundo o meu sofá nos ultimos dias de lençois cinquentenários.

vou dar um pulo na A Predileta daqui de Araçatuba e comprar tecido para forrar este sofá e um puffe.

e onde estamos podem procurar que encontram o Keith…

o meu jardim do quintal tambem está ficando bonito, as tumbergias e ixoras estao florescendo, mas e o homem da tesoura meu deusoooo?

ele não dá descanso e vive cortando as plantas, o que ela chama de podar e eu de destruir!

aos poucos a casa vai entrando nos eixos, mas ainda faltam quadros, cortinas, tapetes…

eu disse que iria ser um projeto a longuissimo prazo não é?

isso tambem me motiva a continuar planejando e mantendo o blog.

o que eu esqueci de comentar é que segunda feira, 19/11, fez dois anos da mudança.

CategoriasA minha casa...

mais do Araçatuba Decor

15 de novembro de 2012 17 comentários

A mostra Araçatuba Decor acabou dia 11/11/2012 e eu fiquei de voltar e tirar mais fotos de outros angulos.

E não voltei! Só eu sei como tem sido corrido este mes de novembro!

Então vou postar rapidamente mais algumas coisas que gostei.

Abaixo a sala de jantar e estar.

O ambiente tem o pé direito alto e duas faixas em tijolo aparente uma em cada lado da sala,  que dá uma textura e volume a paredes brancas.

Em cada cabeceira a proposta eram puffes, dois redondos aqui embaixo e um quadrado grande na outra.

Não gostei por ser desconfortável.

este detalhe de grade de ferro seguindo o tamanho dos tijolos aparentes ficou muito bacana.

caixas de tamanhos variados expunham copos coloridos ( quem limpa aquilo na vida real?)

o teto acima da sala de jantar foi pintado da mesma cor da grade.

ficou interessante…

o outro lado da mesma sala, o estar: sofá off white,  a outra parede de tijolos aparentes.

longas aberturas de vidro deixam ver o jardim lá fora.

um detalhe desta poltrona em madeira vergada em estilo thonet

este pedaço de tapeçaria estava colada no vidro; é bem antigo e tem um canto que tem até um rasgadinho.

lembra a estamparia suzani que eu gosto tanto.

minha imaginação voa e eu imagino que seja um pedaço de tapeçaria trazida por alguem lá do Uzbequistão e que ficou anos guardada num malão…( se alguem tiver um pedaço de pano assim e nao quiser, já sabe pra quem doar).

abaixo a cozinha, mUderna.

cor na parede, painel em madeira, armários que saíram do branco (são em tom amendoa), granito preto.

o piso é delimitado por dois tipos de revestimento: o porcelanato que imita madeira e que vem lá da varanda gourmet e um outro parecendo granito.

na parede oposta este detalhe rustico  com uma abertura de cada lado, levando a lavanderia e a adega.

(pra que puffe na cozinha)

a lavanderia: tirei várias fotos mas escolhi so esta, mais por causa do revestimento de bolotas na parede.

no lado oposto tem uma bancada para passar roupa.

detalhe: nao vi varal, a menos que esta lavadora aí tambem seque.

a janelinha aí dá para o “cantinho pet”, um espaço reservado para cuidar dos animais.

cá entre nós: sobrou aquele espaço e nao sabiam o que fazer com ele…

abaixo a adega  bacanerrima e lotada de bebidas finas.

e não, não teve degustação…só uma aguinha mesmo.

eu gostei mesmo foi do lavabo escandalosamente vermelho

um detalhe…

Eu deixo de postar os quartos e escritório, ficam para uma proxima vez (ou não).

Uma mostra desta é algo diferente numa cidade do interior como Araçatuba, um evento que acontece a cada dois anos, as pessoas esperam ansiosas por ele, mas eu vou contar o que faltou ali: um lounge para descansar do tour pelos comodos da casa.

Pois todos os móveis tem plaquinhas “favor não sentar”, o que é ótimo do contrário veriamos maridos escarrapachados nos belos sofás enquanto suas mulheres passeiam pela exposição vendo cada minimo detalhe.

Já imaginaram isso??? voc e querendo fotografar um ambiente e não consegue pois cada canto teria um homem de bermuda e cara de tédio.

Um lounge ao lado da casa em exposição, com bebidas e petiscos ( que não precisam ser free, quem quiser que pague) com revistas 4 Rodas pra ler e não veriamos tantos homens balançando a chave do carro impacientes e falando “vamo benhe…”.

Categoriasoutras casas
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 585 outros seguidores