Início > A minha casa..., quintais e jardins > meu jardim, um post honesto sem a produção exagerada da lavanderia

meu jardim, um post honesto sem a produção exagerada da lavanderia

aliás sem produção nenhuma, só a da mãe ( ou madrasta) natureza.

pois quem já viu meu jardim aqui, bebezinho, pode até ter achado desanimador.

a primeira idéia que temos quando dizem :” vou fazer um jardim”, é que ao final do trabalho quando o jardineiro vai embora, teremos um jardim luxuriante, colorido, selvagem.

mas ta hein?

é uma luta de meses, observando cada canto e se indagando:

o que eu fiz praquela azaleia não ir pra frente?”

ou “porque os putos dos beijinhos estão morrendo aqui e lá naquele canto dão dando mais que chuchu na serra?”

e taca agua neste canto e salva da inundaçao aquele outro ali, arranca-se o mato, dá-se palavras de incentivo praquelas plantinhas que nem fedem e nem cheiram…aliás a maioria fede.

e eu gosto de flor que dá cheiro!

sem falar nas platinhas cuidadosamente regadas da qual nem lembramos o nome , cultivadas com aguinha e palavras de afeto, pra depois se descobrir que aquilo tudo é MATO!

eme-a-te-ó!!!

enfim, é trabalhoso.

mas agora no final de verão eu vi a coisa CO-ME-ÇAR a andar!

as primaveras começaram a florescer, enchendo o quadro composto pela grade de ferro, tal como eu havia imaginado

as tumbérgias, aquelas roxinhas alí, tambem despontam todas assanhadas para minha alegria.

as moreias ( folhas finas e compridas) ainda não deram uma florzinha branca!

acho que são do genero “floris rebeldis”…

deixa elas…aqui é assim: ou dá ou desce, se não florir eu arranco!

já sussurrei isso bem baixinho pra elas, de modo que os jamins ali do lado tambem ouvissem, e espero que tal ameaça a integridade delas surta algum efeito.

rentão se vcs clicaram ali em cima ja viram o jardim de antes e agora estão vendo o atual, que não é nem de longe o que eu ainda quero ter.

o que eu quero é uma parede tomada por flor e verde, nada muito desenhado nem simétrico.

a simetria pode ir bem na decoração, mas pra mim, o jardim tem que ser selvagem.

nada de minimalismo oriental, aquela coisa de tanquinho de areia, umas pedras e um ancinho, afffe!

EU QUERO VERDEEE!!!

bem, e ali no canto direito do paredão a mussaenda vai-que-vai.

mas a azaleia raquitica e enferrujada da frente já dançou e agora ali tem uma ixora da grande.

tirei outras fotos mas nao ficaram boas…

então este é o jardim do quintal.

ainda tem as duas jardineiras quadradas aqui no canto debaixo que cercam a escada da garagem.

as ravenalas estão indo bem, mas a lagrima de cristo tá empacada.

e dizer que eu arranquei o pepineiro monstro do mr husband só pra princesinha subir na grade!!!!

afinal ela tem fama de trepadeira né?

e necas de pitibiribas!

no jardim da frente a figueira tem 5 figuinhos babys, a jabuticabeira lança lá uns 10 -15 frutinhos de cada vez, a kinkan produz bastante, (já to pensando num caminhão pra poder transportar a produção…) e já colocamos o pé de uva ( é assim que se fala?).

fixamos ganchos na parede pois um dia aquilo vai ser uma parreira que vai se enroscar na outra grade ornamental, lembram dela né? é gemea da outra do pepineiro.

então eu sei que tenho um longo caminho a percorrer, mas eu nunca tive um jardim antes, só vasinhos de violetas.

ainda penso em ter muitos vasos espalhados pra dar uma minimizada nestes quase 300 metros quadrados de pedra assentada.

e querem saber? este jardim que ainda engatinha já me faz feliz.

sento ali perto, nestes dias frescos mas de sol, a doga se estica tambem pra aquecer os velhos ossos, o gato cheira as florezinhas, se esfrega nelas, se joga no chão quentinho e ficamos ali, lagarteando.

é a paz.

About these ads
  1. 29 de maio de 2012 às 11:01

    está lindérrimo, simples mas bonito é o que se quer :)
    Bjs

  2. 29 de maio de 2012 às 11:36

    Ahhh,fala sério!!Tá lindo!Esse lado das primaveras já tem menos espaços vazios,bom sinal.A mistura de cores tá alegre,perfeita!Agora no frio elas dão uma empacadinha,mas no próxima primavera você vai estar no paraíso!!

  3. 29 de maio de 2012 às 12:02

    Ah tá lindo! Pior to eu que nem violeta vinga! rsrs

  4. 29 de maio de 2012 às 12:10

    Ah… tá lindo. Eu gosto dessas misturas, dessa espontaneidade dos jardins! Isso me faz lembrar que, em algum momento, tenho que dar atenção às minhas floreiras – muitas espontâneas agora estão secas – e precisam dar lugar a outras! Abs.

  5. 29 de maio de 2012 às 12:41

    oi Lilly

    É assim mesmo, muita coisa plantei nestes 17 anos de casa, muito erros, e os acertos ficam até hoje. Já plantei plantas que cresceram demais e tinha espinhos nas pontas, agaves lindos, mas tive que tirar.
    ja plantei primavera que nunca dava flor, tirei também. Depois fui ler que elas não gostam de muitos cuidados, precisam sentir-se em perigo pra florescer.Comprei pinheiros caros que morreram…
    Hibiscos, eu amo, mas não ficavam como eu queria,, na hora de podar era a hora que floriam… plantei flores na sombra e claro, nao floresciam pois eram do sol.
    Até hoje qdo compro alguma flor de caixa que não dão certo e por acaso insisto,elas continuam não dando certo.
    Cada jardim é único, clima terra, sei lá. tem que curtir e ter paciência.
    Esse tema inspira uma postagem lá em casa também, kkk
    só uma pena que hoje meus vasinhos de flores estão sempre feinhos, culpa do paco.

    bjuuuu

  6. 29 de maio de 2012 às 13:17

    Caramba, Lilly, tá lindo demais seu jardim! Lembro da primeira foto que postou, logo que o jardineiro foi aí…Um verdinho é bom demais. Beijos, Helka

  7. 29 de maio de 2012 às 14:10

    parabéns! está lindo!
    eu agora vou refazer o meu todo! com as inundações do Rio, as plantas acabaram todas.
    bjs

  8. Kellen
    29 de maio de 2012 às 14:22

    Lilly que lindo!!! Nossa como as plantas cresceram! Parabéns! Amo a natureza. Bjus.

  9. Simone klimel
    29 de maio de 2012 às 14:56

    Oi, Lilly! Nossa como já cresceu teu jardim! Eu adoro. Em pelo menos um dia da semana, dedico umas horinhas para “limpar as plantas, afofar terra… relax total. Acho que vasos espalhados por aí ficarão lindos. Dão um pouquinho de trabalho, em função das regas, mas vale a pena. Bjos!!!

  10. lili
    29 de maio de 2012 às 16:01

    Tá chorando de barriga cheia

  11. 29 de maio de 2012 às 18:09

    Lindo!
    Eu plantei no meu quintal duas trepadeiras. My husband fez uma treliça de madeira para mim. Convoquei primos para me auxiliar no plantio. E agora? As danadas NÃO estão mais colocando florzinhas!!! Não sei o nome científico da planta. Mas aqui é conhecida como brinco de noiva (ou de princesa). É uma florzinha pequenininha, branca com uma vermelhina (bem contrastante) saindo bem do meio. Já adubei, já reguei, já bajulei, já ameacei, e NADA!
    E só as coloquei por florirem rapidamente e atrairem borboletas… :S
    Então, espero que o motivo se vá e as danadas me concedam o ar da graça de suas florzinhas!

  12. 29 de maio de 2012 às 18:49

    Hahahahaha Lily…voce é uma figuraaaaaaaaaaaaaaa!!!!
    Adorei..é asim que me vejo em meu jardim!!!!
    BJus
    kkkk

  13. 29 de maio de 2012 às 23:31

    eba lili eu tava louca pra ver seu jardim!!!
    ta ficando otimo!!!
    nem precisou de arrumações extras!
    kkkkkkkkkkk

    O sitio ta fazendo 1 aninho!
    Passa lá pra comer bolo!!!

    bjobjooo

  14. Jackeline Lizeu
    29 de maio de 2012 às 23:54

    Ah o verde, paz e felicidade viva, ao alcance dos olhos!!!

    Considerando o calor aí de Araçatexas seu jardim está ótimo Lilly.
    Dá um pouco mais de crédito pras plantinhas que ainda estão raquíticazinhas, pode ser que os dias frescos do outono permitam que se desenvolvam melhor. Apenas não seja piedosa com as pragas, ferrugens e ervas daninhas, porque até no mundo vegetal tem coisa ruim pra acabar com o sossego da gente.

    Bjos querida!

  15. cris
    30 de maio de 2012 às 4:51

    tá bonito lilly! parabens. só não me venha agora chorar saudades dos pepinos, tá fia! agora já foi, e reza pras lágrimas de cristo prantearem o falecido… rsrsrrs
    mas falando sério: tá bonito mesmo.isso acalenta a alma da gente! bjos!

  16. 30 de maio de 2012 às 19:13

    huahahua lilly, adoro seus comentários ácidos!! eu não tenho mta paciência pra jardim, tb queria plantar e já estar tudo pronto e florido. o seu está ficando lindo, parabéns! me tira uma dúvida, apesar de não me identificar mto com verde, eu quero colocar umas plantinhas em casa, até hj tem gente que passa por lá e pergunta se a gente já se mudou, acho que tá faltando vida na casa, então pensei nas plantinhas. eu deixei uma espécie de marquise pra colocar uma planta em vaso, só que eu não sei qual! hehehe pensei na ixoria, e vi que vc tem aí, o que me diz? tem que ser uma planta de pouca manutenção (podas, água, adubo, veneno) pq o acesso não será mto fácil. será que tem alguma coisa assim? bjs

  17. Fabiola
    30 de maio de 2012 às 19:16

    Oi, Lilly!
    Bom te visitar num post assim, tão florido, jardim é tudo, o seu está bem bonito. Vc sabe direitinho o nome de todas as plantas, que legal!
    Beijocas e bom descanso para vcs aí no paraíso :)

  18. 30 de maio de 2012 às 21:48

    Jardim faz toda a diferença. O resultado final fica maravilhoso!
    criandocomdesign.blogspot.com

  19. 31 de maio de 2012 às 0:23

    Está ótimo mesmo viu!Sabe que eu peguei gostinho pelas plantas tbm .Mas com calma ,não sei nada ainda .Minha avó é a jardineira de casa ,as dela são lindas e as minhas ela supervisiona bem .Me manda molhar ,me diz qual é a q gosta ou não de sol….quem sabe eu fico q nem ela ,uma bela mãe de plantinhas .Só que aqui meus gatos e cães não são como a Loba e o Keith ,estão comendo meu capim cidreira todo e até meu Mandacaru azul q os espinhos são de matar já derrubaram .Q dó,Q dó!

  20. 31 de maio de 2012 às 11:00

    Seu jardim tá muito lindo flor, adorei cada cantinho
    Cheiro!!

  21. carol vitoria
    31 de maio de 2012 às 19:32

    Lindo seu jardim. Lilly qual seu facebook, ja te procurei nao encontro, podia colocar aki.
    Obrigada.

  22. 31 de maio de 2012 às 22:45

    Força, Lilly!!
    Devagarinho ele cresce…

    Adoro jardins… Mas tenho um problema com as plantas: no início, quando chegam da floricultura, lindas. Depois, a decadência… Acho que é alguma coisa comigo…

    Um vez eu ganhei um cacto lindo, do Marido. Consegui matar o bicho…

  23. 4 de junho de 2012 às 14:25

    Oi Lilian.
    Seu jardim está muito bonito.
    E olha – com essa coisa de ansiedade em querer ver as plantas grandes, bonitas e viçosas, muitas vezes a gente dá um tiro no pé.
    Um exemplo – em minha casa de Rio Claro tenho um lindo quintal. Todo em pedregulhos, canteiros, ipês roxos e amarelos, jerivás, manga, pitanga, plantas e mais plantas. Quando me mudei também queria uma resposta rápida. Mas queria algo diferente também. Fiz um caramanchão de eucalipto tratado em autoclave, plantei uma trepadeira de nome Jade. Tem fotos dela em meu blog. Como demorava a crescer, plantei ao lado uma Cuspidária Convoluta, popularmente chamada de Cipó Cruz. Cresceu rápido. Em pouco tempo seus galhos cobriram o caramanchão, avançaram os 30 metros de muro, foram parar na frente da casa, subiram pelos ipês. No final do inverno florescia que era uma maravilha – ficava coberto de flores rosas. Lindo mesmo. Só que acabou sufocando a Jade, que é fantasticamente bonita e exótica. Tive que cortar a Cuspidária. E hoje, depois de uns dois anos cortada, ela insiste em brotar.
    Já tive experiências também com as Primaveras. Plantei-as rente ao muro na casa de meus pais. Eram lindas. Várias cores. Dobradas. Mas, ninguém me falou o quão agressiva elas são. Viram árvores enormes. Suas raízes trincam o chão.
    Bem, mas não dá para ter plantas sem encontrar alguns inconvenientes, não é mesmo? Só se forem de tecido ou plástico. Rs.
    Lembro-me que também plantei um Ipê rosa, há um metro mais ou menos do muro do vizinho. Não sei se sabe, mas Ipês rosa crescem muito e rapidamente. Diferente do roxo e amarelo. Logo que ultrapassou o muro e no primeiro inverno, quando caem todas as folhas, meu vizinho disse – que “sujeira” isso faz. E eu falei – varra as folhas de seu lado e as jogue por cima do muro. Para mim, não é sujeira. Virará um bom humus.
    Mas, já percebendo o entrave que isso me causaria e com dor no coração, cortei a árvore. Fazia pouco tempo que uma amiga tinha passado por um problema semelhante. Ela tinha um Ipê amarelo rente ao muro. Tinha sido plantado pelo pai. Estava lindo e frondoso. Um dia, ao voltar do trabalho, teve uma visão catastrófica – o vizinho maluco meteu a moto serra na metade da árvore que ia para o lado dele. A árvore ficou desequilibrada e com o tempo, caiu. Ela meteu um processo no vizinho que corre até hoje.
    Bem, é isso.
    Bjs.
    Augusto

  24. 25 de março de 2014 às 13:08
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 643 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: